Viagem internacional. Dicas para você se organizar! (documentos)

foto Creative Commons

 

Você sonhou, trabalhou, guardou dinheiro, e finalmente conseguiu. Vai para sua primeira viagem internacional. O que fazer primeiro? Arrumar a mala, reservar o hotel, comprar roupa… Calma! Realmente há muitos detalhes que precisam ser vistos, para que você tenha alegria, e não uma dor de cabeça. Pensando nisso, escrevi essa série de posts (03, no total), que te ajudarão a planejar sua viagem com calma, curtindo cada etapa, e realizando seu sonho da forma mais feliz!

Passaporte

nossos passaportes

Deve estar com validade de, no mínimo, 6 meses. Exemplo: se você for embarcar em janeiro, seu passaporte deve vencer a partir de agosto do mesmo ano.

Se ainda não providenciou, entre no site da Polícia Federal. Ali há todas as informações necessárias para requerer o seu. A taxa é de R$ 257,25 (pesquisado em abril/2017).

Verifique também se o país para onde você vai necessita de visto (ver a lista aqui).

Se for necessário visto, obtenha as informações para tirá-lo, e providencie com antecedência. Os documentos a serem apresentados variam conforme a duração da viagem, o objetivo (turismo, negócios, estudo) e o país de destino. Verifique no site da embaixada do país para onde você quer ir. Às vezes é necessário apresentar as passagens para obter o visto. Daí a dica que vem daqui a pouco.

Lembrete: verifique se o país para onde você vai necessita de vacina. Se sim, providencie!

Passagens

Quanto antes as passagens forem compradas (pode ser com até um ano de antecedência da data do embarque), melhor o preço. Pesquise bastante, inclusive no site das companhias aéreas. Preste atenção à equação preço x trajeto. Cuidado com as ‘promoções imperdíveis’. Normalmente, significa diversas escalas ou conexões, e pode ser que você leve 36 horas para fazer um trecho que duraria 12 ou 13.

Hotel

foto Creative Commons

Reserve com bastante antecedência também. Uso o site do Booking. Pesquise os melhores bairros para se hospedar no lugar para onde você vai (não necessariamente os mais caros). Verifique localização (se fica perto de metrô, trem, ponto de ônibus), como é à noite. Lembre-se: diárias baratas demais podem significar um hotel mal localizado.

Seguro viagem

meu seguro viagem

É obrigatório nos países que fazem parte do Tratado de Schengen (veja a lista aqui). O custo hospitalar fora do Brasil é uma verdadeira fortuna para o turista, e esse seguro garante o pagamento das despesas. Há companhias que fazem o seguro até dois dias antes do embarque. Algumas empresas de cartão de crédito têm esse seguro gratuito.

Dinheiro

foto Creative Commons

Eu e meu marido levamos cartão de crédito internacional somente para emergências. Depois de fazer uma previsão de gastos, compramos a moeda local em quantidade suficiente, e um pouco mais para imprevistos. NUNCA COLOQUE O DINHEIRO NA MALA QUE SERÁ DESPACHADA. Parece absurdo eu dizer isso, mas sei de gente que fez, a mala se perdeu, e a pessoa gastou uma bala no cartão de crédito para poder sobreviver. Dinheiro, notebook, celular, máquina fotográfica… leve bem juntinho da sua pessoa.

Contagem regressiva…

01 mês antes do embarque

Entre em contato com o hotel e confirme a reserva.

Pesquise e contrate o seguro viagem.

Faça uma lista do que precisa comprar: roupas, mala, produtos de beleza.

01 semana antes do embarque

Se você já tem tudo, coloque em um envelope toda a ‘papelada’ que será necessária para a viagem: passaporte, passagens, reserva do hotel, seguro viagem, e vaucher dos passeios que eventualmente foram comprados (mais sobre isso no próximo post). Costumo fazer uma gracinha: escolho uma imagem legal do lugar para onde vou, imprimo e colo na frente do envelope. Uso a mesma imagem como marca d’agua no roteiro (ensino a fazer um roteiro no próximo post).

Confira tudo, leia com atenção cada item. Confirme a companhia aérea, número do vôo, horário. Programe-se para sair com, pelo menos, quatro horas de antecedência no dia da partida. Moro há uma hora do aeroporto de Guarulhos (num dia sem trânsito), e saio quatro horas antes. Calcule a distância da sua casa até lá. Nunca se sabe o que vai acontecer pelo caminho.

02 dias antes 

Arrume a mala (ensino a fazer uma bem enxuta aqui). Separe o envelope com toda a documentação e deixe à vista.

envelope

01 dia antes

Você consegue fazer o check-in 24 horas antes do embarque. Meu marido fica de olho no relógio, e providencia isso o mais rápido possível. Às vezes, ele até consegue assentos melhores. Além disso, economizamos tempo no aeroporto.

Coma comidas leves, e não invente de experimentar aquele acarajé, ou de bater uma feijoada regada a torresmo. Se existe algo terrível, é embarcar no avião para uma viagem de 12 horas com o estômago enjoado.

No dia

Ôbaaaaaaa, chegou!!!!!!

Que delícia! Documentação na mão, mala pronta, vamos lá! Em viagens internacionais, as companhias aéreas sugerem que você chegue no aeroporto com 4 horas de antecedência. Parece exagero? Não. O aeroporto de Guarulhos, por exemplo, é enorme, e a primeira coisa a fazer é procurar o balcão da companhia aérea que irá te levar. Sempre tem alguém atendendo ali, que te informará se você já pode despachar a bagagem, ou o horário em que abrirá a fila para fazer isso (aconselho a ficar por perto, as filas de despacho podem ficar enormes). Procure também pelo balcão que embala a mala (eles usam um tipo de filme plástico mais grosso). Infelizmente, mesmo com cadeado, os meliantes de plantão conseguem abri-la e, ainda que não levem nada importante, é algo extremamente invasivo ver que mexeram na suas coisas. Só aí, você já gastou, por baixo, uma hora e meia.

Depois que despachar a bagagem, você verá restaurantes, lanchonetes e o mais esperado: o Free Shop. Aí é assunto para um outro post. Na próxima semana, veja o meu post sobre montar roteiros para a sua viagem. Até lá!

 

Salmo 91:11 – Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *